Influenza A, Pesquisa de anticorpos IGG e IGM, soro

Outros nomes:

INFLUENZA A, PESQUISA DE ANTICORPOS SORO

PESQUISA DE ANTICORPOS, INFLUENZA A

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 20 dias corridos às 18h*

* Este prazo pode variar de acordo com a unidade. Por favor, ligue para a nossa Central de Atendimento para confirmar o prazo na unidade de preferência.

Orientações necessárias

- Não é necessário preparo para este exame.

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos. - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC. - Aliquotar 2 mL de soro em tubo de alíquota padrão. - Enviar à seção, refrigerado. - Volume mínimo: 0,15 mL Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: não aceitável Refrigerada (2-8 ºC): 14 dias Congelada (-20 ºC): 14 dias

Método

Imunofluorescência

Valor de referência

- IgG: Inferior a 1/10 - IgM: Inferior a 1/10

Interpretação e comentários

A infecção pelo vírus influenza A geralmente provoca sintomas leves ou moderados relacionados às vias aéreas superiores. Entretanto, pode ocorrer envolvimento do trato respiratório inferior, provocando bronquiolite e pneumonite. O comprometimento mais extenso e, portanto, mais grave das vias aéreas tornou-se mais frequente desde 2009, quando houve a introdução da variante H1N1 pandêmica, e acomete principalmente pacientes pertencentes a certos grupos populacionais e/ou com condições pré-existentes, como idade menos de 2 anos ou maior que 65 anos, gestação, imunossupressão, obesidade mórbida, doenças crônicas cardíacas ou pulmonares, entre outras. O padrão ouro para o diagnóstico da infecção pelo vírus influenza é a PCR em tempo real no raspado e/ou lavado nasal. Outras técnicas que utilizam material colhido das vias aéreas, como imunocromatografia (teste rápido) e imunofluorescência direta também são úteis. A sorologia tem menor aplicabilidade nesse contexto, pois apresenta menor sensibilidade e pode não discriminar infecção aguda em pacientes já expostos ao influenza em infecções anteriores ou vacinação. A presença de IgM ou a elevação dos títulos de IgG em pelo menos 4 vezes, em amostras pareadas, são sugestivas de infecção aguda. Atualmente, com a disponibilização de técnicas mais acuradas nos materiais de origem respiratória, a sorologia tem sido utilizada basicamente para avaliar a resposta vacinal.

Dias de Medicamento

0

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989