Bacterioscópico, vaginal, Vários Materiais

Outros nomes:

BACTERIOSCÓPICO DE SECREÇÃO VAGINAL

CITOBACTERIOSCOPICO DE SECRECAO VAGINAL

DIRETO DE SECRECAO VAGINAL, EXAME

SECRECAO VAGINAL, EXAME MICROSCOPICO

VAGINAL, SECRECAO, BACTERIOSCOPICO/GRAM

VAGINAL, SECRECAO, EXAME DIRETO DE

BACTERIOSCOPIA DE SECRECAO VAGINAL

Agendamento

Este exame nao necessita ser agendado.

Prazo de Entrega

Em até 4 dias úteis(incluindo sábado) às 19h*

* Este prazo pode variar de acordo com a unidade. Por favor, ligue para a nossa Central de Atendimento para confirmar o prazo na unidade de preferência.

Orientações necessárias

- A cliente deve realizar higiene íntima habitual, com água e sabonete, somente externamente. - Se também for solicitado exame de secreção uretral, é preciso ficar duas horas sem urinar antes da coleta. - Nas 48 horas anteriores ao exame, é necessário seguir os cuidados abaixo: -- não usar creme e/ou óvulo vaginal; -- não utilizar ducha nem fazer lavagem interna; -- não realizar exame ginecológico com toque e/ou ultra-sonografia transvaginal. -- não manter relações sexuais, com ou sem uso de preservativos. - O ideal é não fazer o exame durante a menstruação.

Método

- Exame microscópico após coloração pelo método de Gram, com descrição da celularidade, relato e quantificação dos microrganismos presentes e pesquisa de tricomonas a fresco ou por coloração.

Processamento e adequação da amostra

- Enviar o frasco porta-lâminas com a lâmina, dentro do saco plástico apropriado, em temperatura ambiente para a Seção de Microbiologia Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 72 horas. Refrigerada (2-8 ºC): 72 horas. Congelada (gelo seco): indefinido

Interpretação e comentários

- O estudo permite a avaliação da microbiota bacteriana local, que, em mulheres adultas, é constituída predominantemente por bacilos gram-positivos (sobretudo de Doderlein), mas dá especial atenção a diplococos gram-negativos, intra ou extracelulares, com características de Neisseria gonorrhoeae, particularmente em material endocervical, e a bacilos gram-variáveis com características de Gardnerella vaginalis. A pesquisa de Trichomonas vaginalis é feita rotineiramente em exame direto a fresco e após coloração. Em casos de suspeita clínica de infecção gonocócica, a cultura é mais indicada por ter maior sensibilidade. - Apesar de não ser o método de eleição, o exame permite detectar fungos e avaliar a presença de leucócitos e eritrócitos. Por se tratar de técnica que cora a parede celular, as bactérias desprovidas dessa estrutura, tais como a Mycoplasma e a Ureaplasma, e as de crescimento intracelular, como a Chlamydia, não são detectadas pelo método, o que implica a realização de exames específicos.

Hospitais

- Encaminhar a lâmina em frasco porta-lâminas, em temperatura ambiente, para a Seção de Microbiologia. - Plantão Noturno: idem.

Valor de referência

- Presença somente de microrganismos considerados como microbiota habitual da vagina e pequena quantidade de leucócitos.

Dias de Medicamento

IMPORTANTE: Anotar medicamento(s) do (s)último(s): 7 dias(s).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989